Calendário ruim desfalca clubes com jogadores convocados | #OALANBRADO

Calendário ruim desfalca clubes com jogadores convocados

O caso FIFAGATE completa um ano neste maio de 2016. Passado todo este tempo, muitas coisas aconteceram e muitas "cabeças rolaram". Já no futebol do país em que se planta tudo dá, a situação, politicamente falando, não se alterou muito. Marco Del Nero, presidente da CBF investigado, trama meios para dificultar ainda mais o trabalho da polícia. E quando se trata de dentro de campo, o nosso futebol sofre com antigos e já conhecidos problemas. Para justificar isso, os discursos seguem parecidos.


2016 será um ano importante para a Seleção Brasileira. Dos comandados de Dunga, jornalistas comentam do descontentamento e intrigas entre os próprios jogadores. Pudera, os privilégios aos astros do elenco, "salto alto", desânimo de alguns e demais desentendimentos ajudam a reforçar este quadro negativo. E isso é só um pouco do problema. Os próprios jogadores se sentem desconfortáveis por deixar seus clubes em momentos decisivos (isso tratando-se do futebol no Brasil).


Foto: André Durão / Globoesporte.com

Há anos é pedido uma reformulação no calendário do futebol nacional. E isso nem é em relação a algo radical (como, por exemplo, se adequar ao europeu, que começa no meio do ano e termina na metade do outro; afinal, clima e outros fatores não se adequam ao nosso).  

A discussão, na verdade, é como que os clubes ficam à mercê de convocações para datas que deveriam ser reservadas tão somente às seleções (as chamadas "Data-FIFA"). A CBF desrespeita isso e prejudica bastante os clubes. Durante a Copa América Centenario, por exemplo, oito clubes do futebol brasileiro terão desfalques importantes por até um mês. O Campeonato Brasileiro ocorrerá normalmente (!) durante este período. Só terá pausa durante a Olimpíada.


A bateria de jogos seguidos e essa "punição" aos clubes por simplesmente quererem montar equipes fortes estragam qualquer torneio. 

Seleção Brasileira

Jogadores que jogam no Brasil que irão defender a seleção canarinha durante o mês de junho nos Estados Unidos e seus respectivos clubes

Rodrigo Caio (São Paulo)
Douglas Santos (Atlético Mineiro)
Elias (Corinthians)
Lucas Lima (Santos)
Gabriel (Santos)
Alisson (Internacional)

Ricardo Oliveira (Santos) Desconvocado: Por lesão, o jogador foi cortado

Demais Seleções

 Jogadores estrangeiros que atuam no Brasil e defenderão suas seleções na Copa America Centenario

Mena (Chile), joga pelo São Paulo
Balbuena (Paraguai), joga pelo Corinthians
Martin Silva (Uruguai), joga pelo Vasco
Frickson Erazo (Equador), joga pelo Atlético-MG
Juan Cazares (Equador), joga pelo Atlético-MG
Paolo Guerrero (Peru), joga pelo Flamengo
Miler Bolaños (Equador), joga pelo Grêmio




E o futebol brasileiro vai continuar passando vexame por tudo isso. Por que não valorizar o espetáculo e deixar o torcedor centrado na sua seleção? Os interesses midiáticos são, neste momento, colocados como os mais importantes. Os clubes sofrerão consequências dessa desatenção.

Não são só os clubes que perdem sem seus principais jogadores. É também o futebol.

ATUALIZAÇÃO (03/06): Kaká foi cortado da Seleção. Em seu lugar, Paulo Henrique Ganso (do São Paulo) foi chamado para a Copa América. Assim sendo, mais um jogador que joga no Brasil desfalcará seu time por um mês). 

Leia Também

O maior campeonato nacional fora da Europa

0 comentários:

Postar um comentário