Pular para o conteúdo principal

Limitações na compra atrapalham vendas de ingressos



No início, havia a incógnita: como o carioca (e o brasileiro em geral) acolheria os Jogos Olímpicos? Até agora, passada a cerimônia de abertura, a Olimpíada acompanha um meio termo quanto a índices de audiência, mas há, até certo ponto, grande presença e apoio do público. A venda de ingressos começou tímida, mas, aos poucos, houve sessões esgotadas. Afinal, quem não quer ver um Phelps dando show na piscina, um Bolt quebrando todos os recordes ou torcer pelos nossos atletas?


Mesmo assim, há ainda muitos lugares vazios. Cogitou-se ceder ingressos a alunos da rede pública. O que é uma iniciativa super bacana. Segundo os organizadores, 84% dos ingressos foram vendidos. O dado não se reflete na realidade. Há algumas razões para isso.


O primeiro, provavelmente, o público com medo de grandes aglomerações. Insegurança pela violência da própria cidade ou ainda pelas ameaças de terrorismo. Além disso, há a precaução com o Zika e o preço dos ingressos.


Há outros fatores que também atrapalham. Este, na hora de comprar o ingresso.

O processo é, diga-se, simples. Em poucos momentos, você pode registrar-se para assistir seu esporte, se ele estiver disponível. Entretanto, para quem não possui cartão de crédito Visa (patrocinador global e exclusivo do evento), deve recorrer a outra forma de pagamento mais demorada. A mesma limitação encontra-se nas arenas de disputa. Se você não tiver Visa, deve comprar com dinheiro. Nenhuma outra bandeira é aceita.

Nas primeiras fases de compra, no ano passado, o processo se dava por meio de sorteio. Havia a possibilidade de comprar com boleto. Depois, "por ordem de chegada". Na compra online atualmente, se você não possuir Visa, tem que optar pela Solução de Pagamento (que é uma espécie de cartão virtual - operado pelo Brasil Pré-Pago, que é gerido pela Visa) para efetuar o pagamento.

Ou seja, é um processo demorado e burocrático. Poderia ser mais fácil. Permitir boleto ou outra bandeira de cartão. Neste caso, os Jogos teriam só a ganhar. Não há motivos para colocar esta limitação no torcedor.



A Olimpíada 2016 vai até o dia 21 de agosto. A Paralimpíada começa em setembro. Há ingressos para os dois eventos, e podem ser adquiridos nos pontos oficiais e no site da competição.



BRASIL-SIL-SIL Mais uma medalha para o nosso país. Desta vez é de bronze. Mayra Aguiar conquistou a medalha no Judô. É a segunda conquista na modalidade. Nesta semana, Rafaela Silva ganhou a prata. Mayra venceu a cubana Yalennis Castillo, na categoria até 78kg.

MAIS UM NARRADOR Desta vez, quem narrou a conquista brasileira na TV Globo foi Alex Escobar. O apresentador do Esporte Espetacular fez a cobertura do dia do judô nesta quinta-feira.

MAIS UM INÉDITO Depois de Kosovo, Fiji é outra nação a conquistar uma medalha olímpica pela primeira vez. Foi no Rugby de Sete. E foi de ouro! Parabéns! :D





"Hope é mentalmente muito forte. É parte do jogo [a falha contra a Colômbia]. Temos que seguir em frente. Em relação à multidão, o que eu aprendi no Brasil é que eles vaiam tudo"

Jill Ellis, técnica da Seleção norte-americana de futebol feminino. Ela comentou sobre a pressão sofrida pela goleira Hope Solo, que "provocou" os brasileiros antes da viagem para a Olimpíada, sobre o Zika.

Siga #OAlanbrado no Facebook!

Comentários

Posts mais acessados

Álbum de Figurinhas da Euro 2016 é lançado pela Panini

A poucos meses do início de mais um campeonato europeu de seleções, a Panini, em parceria com a UEFA, lança o álbum oficial da competição. A coleção traz todos os detalhes do torneio que será disputado na França e conta com todas as equipes participantes. São 680 figurinhas, distribuídas pelas 96 páginas, que contam história da competição, dos estádios e das 24 seleções participantes.

A Panini é a líder mundial de produtos colecionáveis. Criada na Itália, a editora chega a muitos países sendo a responsável, inclusive, pelas principais coleções esportivas, como Copa do Mundo e torneios FIFA, Olimpíadas, e campeonatos nacionais, como o Brasileirão, além das revistas oficiais de clubes. A Euro 2016 será a décima a ter álbum lançado pela Panini.



Em relação as últimas coleções, a de 2016 chega com algumas novidades. A primeira e mais evidente é a de número de participantes, que será disputada com 24 equipes (até a última edição, o número era 16). São dedicadas duas páginas inteiras para c…

Fruto da mercantilização dos Jogos, mascotes são destaques

Uma Olimpíada é marcada por muitos símbolos. Desde que os Jogos conquistaram grande visibilidade mundial, foram instituídos algumas características em cada edição para justamente haver uma identificação única de cada disputa.
Nas Olimpíadas, as mascotes são marcas registradas das edições. Adotada pela primeira vez em uma competição de Inverno (em Grenoble, na França, em 1968). Nos Jogos de Verão, o primeiro foi em 1972, nos Jogos de Munique. Em Copas do Mundo, o primeiro foi em 1966. na Inglaterra.
A mascote mais lembrada das Olimpíadas, sem dúvida alguma, é o ursinho Mischa, que representou os Jogos de 1980, nas disputas em Moscou. Na cerimônia de encerramento, a imagem formada pelo público nas arquibancadas derramou uma lágrima da mascote, emocionando a todos e sendo marcada para sempre.  
Para 2016, a mascote dos Jogos Olímpicos é Vinícius, que homenageia um dos grandes nomes brasileiros de todos os tempos, que é Vinícius de Moraes.  A mascote é inspirada na fauna brasileira. 


Há…

7 Livros sobre Futebol no Google Play (4 deles, de graça!)

A tecnologia como parte da nossa vida é uma realidade. Mudamos nossos hábitos e adquirimos novos costumes. O principal deles referente aos nossos hobbies, como, por exemplo, ler. Há quem ainda prefira (e me incluo entre eles) ter o livro físico e guardá-lo como um troféu na estante (tenho alguns bem legais aqui), mas é bem verdade que os ebooks são bem mais práticos e, em alguns casos, seus preços saem mais em conta.
As melhores frases do esporte — #OAlanbrado
Para quem ainda não conhece os livros digitais (ou não teve a oportunidade de encontrar algo legal para ler), #OAlanbrado reúne uma seleção de livros baratos — e alguns de graça — sobre futebol que são extremamente interessantes e que podem ser encontrados no Google Play. Claro, existem muitos outros livros (e em outras lojas virtuais), mas é bom para, pelo menos, começar a leitura por estes bons títulos.


A COPA COMO ELA É: A HISTÓRIA DE DEZ ANOS DE PREPARAÇÃO PARA A COPA DE 2014
Correspondente internacional, Jamil Chade é um do…