Yane Marques é a segunda mulher a ser porta-bandeira do Brasil nos Jogos | #OALANBRADO

Yane Marques é a segunda mulher a ser porta-bandeira do Brasil nos Jogos

A maior delegação brasileira na história dos Jogos Olímpicos será representada na cerimônia de abertura por cerca de 180 atletas. O país - que tem como objetivo o Top 10 no quadro de medalha dos Jogos - será o último a entrar no Maracanã no desfile das delegações.


Os atletas serão recebidos por muitos torcedores no estádio e por bilhões de pessoas via televisão e internet. A pernambucana Yana Marques, do pentatlo moderno, terá a honra de ser a porta-bandeira do país.


A atleta foi medalhista de bronze em Londres-2012. O pentatlo moderno é pouco popular no Brasil e correu riscos de ficar fora do quadro olímpico

Além de ser a segunda mulher a carregar a bandeira brasileira no desfile de abertura, Yane também será a segunda nordestina a ser responsável pelo ato. 

O Brasil disputou os Jogos Olímpicos pela primeira vez em 1920, na Olimpíada realizada na Antuérpia.  A cerimônia de abertura, com o desfile das delegações participantes para inaugurar os Jogos, acontecem desde 1908.


Confira a relação de atletas que carregaram a bandeira do Brasil na cerimônia de abertura:

- Antuérpia-1920: Afrânio Antônio da Costa (Tiro Esportivo)
*Primeiro medalhista olímpico brasileiro.

- Paris-1924: Alfredo Gomes (Atletismo)
*Vencedor da primeira Corrida de São Silvestre; primeiro negro brasileiro no atletismo olímpico
.
- Los Angeles-1932: Antonio Pereira Lira (Atletismo)
*Por muito tempo, único nordestino (paraibano) a carregar a bandeira.

- Berlim-1936: Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)
- Londres-1948: Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)

- Helsinque 1952: Mario Jorge da Fonseca Hermes (Basquete)
- Melbourne-1956: Wilson Bombarda (Basquete)

- Roma-1960: Adhemar Ferreira da Silva (Atletismo)
*Primeiro bicampeão olímpico brasileiro; um dos maiores nomes do esporte nacional.

- Tóquio-1964: Wlamir Marques (Basquete)
- Cidade do México-1968: João Gonçalves Filho (Polo Aquático)
- Munique-1972: Luiz Cláudio Menon (Basquete)

- Montreal-1976: João Carlos de Oliveira (Atletismo)
- Moscou-1980: João Carlos de Oliveira (Atletismo)
*João do Pulo. Levou a bandeira por duas vezes. Outro grande nome do esporte brasileiro.

- Los Angeles-1984: Eduardo Souza Ramos (Vela)
- Seul-1988: Walter Carmona (Judô)
- Barcelona-1992: Aurélio Miguel (Judô)
- Atlanta-1996: Joaquim Cruz (Atletismo)

- Sydney-2000: Sandra Pires (Vôlei de Praia)
 *Reconhecida pela federação de vôlei como a melhor atleta do mundo no Vôlei de Praia dos anos 90. Conquistou primeiro ouro brasileiro na modalidade. Primeira mulher (e única, até então) a ser porta-bandeira do Brasil na abertura.

- Atenas-2004: Torben Grael (Vela)
*Cinco medalhas olímpicas.  

- Pequim-2008: Robert Scheidt (Vela)
 *Competirá em 2016. Também possui cinco medalhas olímpicas.

- Londres-2012: Rodrigo Pessoa (Hipismo)

- Rio-2016: Yane Marques (Pentatlo Moderno)

Por esporte


8 Atletismo
4 Basquete
3 Vela
2 Judô
1 Vôlei de praia
1 Polo Aquático
1 Tiro Esportivo
1 Pentatlo Moderno






PARA TORCER MAIS Haverá mais cinco esportes nas Olimpíadas. Tóquio-2020 será palco da entrada de Surf, Skate, Caratê, Escalada e Basebol/Softbol. Elas são "modalidades convidadas", o que não garante permanência das disputas nas próximas edições subsequentes. Há um quadro com esportes olímpicos fixos. Estamos aguardando o futsal, hein COI.



UUUUUHHH!!! Vice-presidente em exercício, caberá a Michel Temer (PMDB) dar início a Olimpíada. Uma frase pequena (de menos de dez segundos) será dita pelo político. A expectativa é que haja protestos dentro do estádio, nas arquibancadas, na fala do impopular Temer. Para tentar abafar e não causar constrangimento, a expectativa é que a fala seja encoberta pela música alta e fogos de artifício. Seria criativo ter panelas também. #ficaadica



"Neste momento eu não estou em condições físicas de participar da abertura da Olimpíada."


 Pelé, melhor atleta do século, em comunicado à imprensa sobre a não presença na abertura da Rio 2016. O ex-jogador não tem condições físicas e não acenderá a pira dos Jogos. 

0 comentários:

Postar um comentário