Pular para o conteúdo principal

Postagens

As diversas formas de ver uma derrota

A pandemia que já tirou a vida de centenas de milhares de pessoas em todo o mundo ainda assusta. Além da letalidade crescente do novo vírus, não há perspectiva de solução a curto nem a médio prazo. Ao mesmo tempo, o surto do novo coronavírus colocou em evidência diversos problemas da nossa sociedade, tornando este momento, além de um crise de saúde, uma crise política, social e humanitária.
No país em que as crises são praticamente parte da rotina e que o lema "Ordem e Progresso" da bandeira é apenas uma das muitas "fake news", o cenário e as perspectivas são ainda piores. Não há otimismo sequer para imaginar o que fazer no pós-quarentena. 
Há seis anos, os brasileiros vivenciaram um ano bastante movimentado. Em 2014, além de ser ano eleitoral, o Brasil sediava a Copa do Mundo de futebol daquele ano, após sete anos de atrasos, polêmicas e de muitas discussões. As notícias vindas da política inflaram muitos a irem às ruas ao mesmo tempo em que a seleção entrava em cam…
Postagens recentes

Penta em 2002 confirmou soberania do Brasil em Mundiais

Entretanto, com jejum de 20 anos, rivais se aproximam da quantidade de títulos; Alemanha e Itália são as mais próximas
A primeira Copa do Mundo de Futebol da FIFA do século XXI foi também um torneio repleto de marcos importantes. A começar por ter sido, depois de 72 anos, a primeira Copa fora da América e da Europa. E a primeira a ter duas sedes. Japão e Coréia do Sul sediaram aquele que foi o primeiro Mundial do continente asiático. Foi ali que o mundo viu o ressurgimento da Seleção Brasileira.

Desacreditada, o Brasil quase não foi para o mundial de 2002. A campanha vexatória na Copa América de 2001 e nas eliminatórias (a vaga só foi garantida na última rodada) colocavam ainda mais pressão no time comandado por Luiz Felipe Scolari.




Vale ressaltar que, para 2002, o Brasil buscava um feito que, até aquele momento, somente a Alemanha havia alcançado: três finais de Copa do Mundo seguidas. A Alemanha foi finalista de 1982 (perdendo para a Itália), 1986 (perdendo para a Argentina) e 1990 …

Editor de #OAlanbrado participa de programa esportivo em web rádio

"Rebatida" é a hora esportiva semanal da Rádio Itatiba; programa que comenta sobre assuntos futebolísticos está disponível na íntegra pela internet
São Paulo e Corinthians jogaram por competições internacionais e suas participações foram bastante comentadas pelos fãs do futebol brasileiro. Por parte do Tricolor do Morumbi, a eliminação vexatória na segunda fase da Conmebol Libertadores 2019 rendeu memes e muitas críticas ao clube. Já do lado corinthiano, a preocupação pela continuidade do time na Conmebol Sul-Americana também foi motivo de muitos comentários.

As duas equipes se enfrentaram no domingo seguinte, em Itaquera. O jogo foi vencido pelos donos de casa. 
Comentando os principais momentos do futebol, #OAlanbradofoi convidado do programa esportivo "Rebatida", exibido ao vivo pela Rádio Itatiba, web rádio com programação variada e que está sediada no município paulista de mesmo nome. A participação foi no dia 15 de fevereiro e está disponível na íntegra pela i…

Mesmo sem tradição, brasileiros aprovam Olimpíada de Inverno

Olimpíada é algo tão maravilhoso que deveria acontecer todo ano. Em 2018, PyeongChangm, na Coreia do Sul, foi palco da 23ª edição dos Jogos de Inverno. A competição foi disputada de 9 a 25 de fevereiro.
Com 9 atletas, o Brasil marcou presença nas disputas dos esportes pouco comuns a um país tropical como o nosso. Sem contar o fuso horário; a maioria das disputas aconteceram em plena madrugada brasileira. Mesmo assim, os internautas acompanharam os jogos e mostraram-se entendidos e curiosos pela Olimpíada.
Com transmissão em TV aberta (via TV Globo, inclusive com jogos ao vivo), e SporTV, na fechada, um conceito já 'antigo' mas que ainda faz muito sentido é o de Segunda Tela: a TV e a internet, mais do que rivais, são complementares.
Tanto Twitter quanto o Facebook registraram grande engajamento com as disputas. Em levantamento qualitativo da Kantar IBOPE, 21% das mensagens dos brasileiros pelo Twitter apresentavam sentimento positivo (menções com sentimentos negativos foram ap…

Álbum da Copa 2018 está disponível para compra em pré-venda

Além da expectativa pelo início da bola rolando na Rússia, o mundo do futebol também aguarda ansiosamente pelo lançamento do álbum da Copa. Desde 1970, a organização do álbum oficial do maior torneio do futebol é responsabilidade da editora italiana Panini, inclusive o da Copa de 2014, realizada no Brasil. A Saraiva, por meio do site online, abriu a pré-venda para adquirir a versão premium do álbum, que inclui um encarte com o álbum versão capa dura mais um kit com 60 figurinhas (12 envelopes, segundo a descrição no site).
A reserva para garantir o álbum custa R$ 49,90, mesmo preço da versão semelhante do último álbum da Copa. O lançamento está marcado, até o momento, para 27 de março, época em que os álbuns costumam ser lançados.



Para este ano, ainda não existem muitas informações, mas o álbum deve conter as mesmas características dos demais: espaço para logo, bola oficial, mascote, estádios e todas as 32 seleções e seus principais jogadores; como sempre, é aguardado também os erros…

Lance! completa 20 anos e enfrenta crise no jornalismo impresso

Diário esportivo mais importante do país fica atrás na disputa com o conteúdo na internet

Pioneirismo foi a marca do Diário Lance! desde seu lançamento em outubro de 1997. A ousadia de seus criadores fez da publicação uma das mais importantes e relevantes do jornalismo brasileiro nas duas últimas décadas. Porém, o jornal passa por momentos conturbados e, na competição com a internet, a impressão que se tem é a de que o Lance! fica para trás.
O Lance!, por seu espírito jovem e inovador, conseguiu desbancar o tradicionalíssimo A Gazeta Esportiva, que, no início deste século, decretou seu fim, permanecendo apenas como agência de notícias esportivas. Anos mais tarde, o Jornal dos Sports, no Rio de Janeiro, também encerrou suas atividades.



Walter de Mattos Jr., fundador do Lance!, coordenou uma empreitada, acima de tudo, corajosa. Lançar um impresso no Brasil é um processo em que poucos se destacam. São poucas as famílias e os grupos que possuem um veículo com certo alcance nacional. 
Fund…

Há um ano, presidente do COB revelava quem pagaria pelos Jogos: 'Você paga'

Em entrevista pouco antes da Olimpíada, Carlos Arthur Nuzman irritou-se com pergunta de repórter; um ano após os Jogos, legado ainda é discutível
O Brasil foi palco da primeira Olimpíada da América do Sul. O Rio de Janeiro celebrou a maior festa do esporte mundial em meio a muitas incertezas. Dentro dos centros de disputa e por parte da torcida, a festa foi bonita. Da parte administrativa, o desejo de que deveria ter sido melhor ainda é constante.



Os Jogos do Rio foram disputados em agosto de 2016. De lá para cá, parte do legado olímpico prometido desde a escolha da cidade como sede dos Jogos ainda é esperado pelos cidadãos e esportistas. O brasileiro ainda pagará por algum tempo esses bilhões (valor exato que ainda é incerto) investidos para as disputas.


#OAlanbrado no Pódio: Relembre nossa cobertura especial dos Jogos Olímpicos RIO 2016
Politicamente, o país vive uma crise que há muito tempo não se via. O reflexo causado pelas incertezas políticas e econômicas ainda refletem na vida d…